SLIDE9 SLIDE8 SLIDE7 SLIDE6 SLIDE5 Slide 3 Slide 2 Slide 1

Paul Erlich – 1854-1915

     No final do século IXX a sífilis era uma das piores doenças venéreas crônicas. Com efeito, os seus sintomas eram combatidos com êxito moderado, porém o bacilo continuava no corpo, sem ser destruído. A grande inovação no tratamento foi alcançada por Paul Erlich, nascido em Strehlen, na Silésia. Em uma serie de experimentos dispendiosos, ele descobriu que “Salvarsan” também conhecido como arsênio medicinal- podia exterminar o bacilo da sífilis.  Paul Erlich morreu em 1915 em Bad Homburg, recebendo, no entanto o Premio Nobel já em 1908, pelos seus trabalhos no campo da quimioterapia moderna, de que é considerado criador. A parte essencial de seu novo método de tratamento era a aplicação de substâncias químicas. Também na área da pesquisa do soro, a ciência deve a ele conhecimentos pioneiros. Seu pai Ismar Erlicch era um judeu excêntrico  sua mãe Rosa Weigert.

Recebeu uma variada  formação em medicina na Universidade  de Wroclaw antiga  (Universidade de Breslau ) prosseguiu os estudos na Universidade de Estrasburgo, retornando a Wroclaw e terminando em Leipzig, onde se doutorou em 1878. Casou-se em 1883, teve 2 filhas e faleceu em 20 de agosto de 1915 em Bad Hamburg .

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



Nossos Parceiros



© Germania de Sempre 2010-2016. Todos os Direitos Reservados - Desenvolvido e Hospedado na Hospeda Empresa