SLIDE9 SLIDE8 SLIDE7 SLIDE6 SLIDE5 Slide 3 Slide 2 Slide 1

Otto Dix – 1891-1969

Nascido na Cidade de Gera no estado da Turingia este pintor com tendência moderna deixou em sua obra vestígios  do expressionismo e futurismo, dadaísmo e cubismo, mas também a obra filosófica de Nietzsche. Sua forma de expressão própria e inconfundível, ele encontrou com as experiências feitas durante a I Guerra Mundial “Os destroços estavam sempre presentes  em meus sonhos”.  Foi o comentário de Dix acerca de suas visões de horror, expressadas em suas telas como “Trincheiras em Flandres” ou nas do ciclo “A Guerra”. O verismo, a representação minuciosa dos objetos, exatamente à maneira  dos velhos mestres, tornou-se para ele o meio adequado para estabelecer o debate com a realidade, o aviltamento e a exploração do homem. Sua critica radical do mito do heroísmo foi razão suficiente para que a propaganda nazista classificasse a sua arte como “degenerada”. Em sua fase tardia, dedicou-se a temas religiosos.



Nossos Parceiros



© Germania de Sempre 2010-2016. Todos os Direitos Reservados - Desenvolvido e Hospedado na Hospeda Empresa